Menu

Relarto do parto

"Esteja aqui ás 7:00hrs da manhã em jejum do dia 29/Agosto" disse o meu médico.
Lá estava eu ás 5:00 hrs da manhã acordada na cama, me virava pra um lado e pra outro sem conseguir dormi. ERA HOJE, hoje que eu ia conhecer o verdadeiro amor da minha vida, era hoje que eu ia poder vê o rostinho de quem tanto chutou minhas costelas (rs), era hoje que eu ia saber o verdadeiro significado do que é AMOR.

Levantei da cama, não ia conseguir dormi mesmo, tanta gente mandando mensagem pra mim me desejando uma boa hora, me deixava ainda mais nervosa. Eu tinha medo de que acontecesse algo errado, que eu morresse ou roubassem o Ícaro na maternidade.
Liguei o computador, não tinha ninguém online pra me socorrer hahaha, deixei uma postagem lá dizendo o quanto estava nervosa. Tomei um banho, me maquiei (não ia parir feia, logico), ajeitei minhas coisas na bolsa (a do bebê já estava pronta), e #partiu #maternidade (rs).


Meu ultimo dia grávida

Cheguei la exatamente as 7 como marcado, passei algumas horas na recepçao esperando a Mãe que estava no meu quarto receber alta.
Antes mesmo de me levar ao quarto me chamaram para a sala de cirurgia "mas ja? Nao tinha nenhuma preparação antes?
Fui pra sala de cirúgia ás 9:30  super nervosa, a psicologa conversando comigo perguntando ate se eu gostava de macarrão pra tirar minha atenção da anestesia. É não foi tão ruim assim, não doeu muito!
Me deitei, já não sentia minha pernas, rezei, eles amarram meus dois braços na cama pra que eu não me mexesse, já estava em pânico, mas cade minha mãe que ia entrar comigo? "EU QUERO MINHA MÃAAAAAE". Minha mãe entra na sala, ufaaaaaaa! Ela segura minha mão, e todo o procedimento estava acontecendo, eu estava nervosa, contando os minutos, de repente o anestesista se curva em cima de mim e faz pressão com as duas mãos para descolar Ícaro de cima, a cama remexia e eu estava super assustada.



Minha mãe começou a gritar do nada: Vem vovó, vem gostosinho, a gente tá te esperando" e os médicos todos rindo hahaha, e com um piscar de olhos eu escuto um chorinho, um chorinho leve, mas gostoso de se ouvir, minha mãe logo começou a falar: "Ah ele tem a boquinha do pai" "poxa mãe valeu" haha, e logo vem a enfermeira com o meu pequeno todo meladinho ainda, sem chorar, quietinho, e coloca perto do meu rosto. Eu queria poder toca-lo, mas os meus braços estavam amarrados ainda, então dei um beijinho na testa dele, e pose pra foto:



O Ícaro nasceu ás 10:05 da manhã, tiraram ele de perto de mim para limpar, eu estava em pânico "ninguem vai me desamarrar?" calma Gabriella você ainda está toda aberta esse era meu pensamento, era nesses pensamentos que me faziam passar mal, mais tudo bem. 
Levaram meu filho pra dá banho, "MÃE CORRE ATRÁS, ELAS VÃO ROUBAR ELE", minha mãe saiu atrás delas e eu fiquei, nervosa mas estava sendo costurada, enquanto os meus médicos conversavam sobre mandar um para o outro vidas para jogos de facebook, acreditem.
Fui sai da sala ás 10:50, em uma maca direto pro quarto. Quando cheguei lá vi todo mundo, menos o meu filho "CADE O MEU FILHO? PELO AMOR DE DEUS" lá vem ele dentro de um bercinho com rodinhas haha, colocaram o berço do meu lado e eu passei horas olhando pra ele e pro pai dele, que felicidade que eu senti.

Primeira foto dele no quarto.

Passei o dia inteiro deitada naquela cama, até que ás 7hrs da noite me trouxeram uma enfermeira "do mal" que com todo "cuidado" arranca o curativo da minha cirurgia pra poder limpar, eu gritava de dor e ela simplesmente me chamava de mole, qualquer dia desses eu ainda volto lá pra poder arranhar a cara dela rs...  Em seguida ela levanta minha cama com toda rapidez, me deixando espremida e com muita dor, me fez levantar rápido onde eu não consegui me segurar, minha vista escureceu e eu não consegui segurar o meu corpo. Minha mãe e meu marido me levou pra dentro do banheiro pra tomar banho, foi um verdadeiro show de humor, eu não conseguia se quer ir pra debaixo do chuveiro, andar era um desafio. Tomei o meu banho, me arrumei e fui dá uma volta nos corredores do hospital, eu era forte e ia conseguir. Recebi uma papa de aveia (ate que tava gostosa) e um copinho de suco haha.


No dia seguinte recebi alta, vamos pra casa?




5 comentários:

  1. Nossa Gabs, acabei de ler sua historia toda ate aqui, e estou completamente apaixonada e emocionda, vc é uma guerreira, linda, forte, e que infermeirazinha do mal ein, pqp, mais vou te acompanhar sempre, quero ver o icaro crescer fortão!! Um beijo minha linda, mto sucesso, que papai do ceu te abençoe sempre, e ao nosso pequeno baby!! Mil Beijinhos ❤
    http://mahrianareiis.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Awwn que bom que leu tudo, fico super feliz e obrigada pelos elogios <3 É um prazer ter você aqui e estou me inscrevendo no seu pra fazer parte do seu crescimento também. Obrigada de coração e seja bem vinda!

      Excluir
  2. Ah Gaby amei seu relato , tava com.um tiquinho de medo da cesárea e,mas acabei de me tranquilizar CTG . Seu príncipe é realmente muito lindo .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Dryca sempre tem a parte ruim né? Mas depois que você vê aquela pessoinha que estava dentro de você, que vai te amar e te fazer feliz pro resto da vida, todo sofrimento passa, você se recupera logo pra poder brincar, criar e aproveitar cada fase! Não fica com medo, depois que você vê o rostinho do seu bebê vai ser a melhor parte da sua historia <3 E o Ícaro agradece :)

      Excluir
  3. Comecei a ler sua história de curiosidade quando me vi estou encantada por você por sua força parabéns Gabriella por optar pela vida do ícaro <3

    http://etudovaidadeh.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir