Menu

A descoberta

"Descoberta da gravidez"


Janeiro: Parece que eu já sabia, não tive TPM, não senti cólicas, muito estranho... Dia 07 no sábado (que era o dia certo de vim) eu já acordei assustada, eu sabia que não ia vim, contei a minha mãe e ela só disse: "calma, o dia só tá começando", querendo ela não colocar fé nessa possibilidade, mas mesmo assim não fiquei quieta, liguei pro meu namorado e ele foi me buscar para almoçar com a família dele. Chegando lá, contei a minha sogra sobre minha intuição, na mesma hora ela me levou em um laboratório, tirei sangue e a enfermeira mandou eu ir buscar na segunda pois no Domingo eles não funcionam. 

Passei o final de semana inteiro na expectativa, não sabia se estava feliz ou triste, liguei pra minha mãe e ela simplesmente falou super normal, pensei que ia ficar chocada por saber que as chances eram grandes de verdade, depois que eu cheguei ao ponto de ir fazer um teste. 

Na segunda feira minha sogra foi bem cedinho pegar o resultado, eu já estava com o coração na mão de tanta ansiedade, quando ela ligou pra mim eu estava dormindo, mandou eu ir pro laboratório pois eles queriam que eu tirasse sangue de novo, pois como eu era de menor precisavam ter CERTEZA do resultado. Desci a ladeira correndo ás 8hrs da manhã, não iria aguentar esperar mais um dia. Fui, tirei sangue e voltei pra casa, mais um dia de ansiedade sem fim... Não consegui dormi na madrugada.

As 10hrs da manhã da terça feira meu namorado chega lá em casa com o exames nas mãos, meu coração gelou, estava louca pra saber o resultado, mas a minha mãe pegou das mãos dele, me olhou nos olhos e disse: "independente do resultado, vou estar sempre aqui, apesar que tudo vai mudar, nada vai ser o mesmo". Minha mãe abriu o exame e na mesma hora começou a chorar, já imaginei, só de olhar minha mãe chorar por um deslize meu, meu coração doía, eu não conseguia chorar, eu não conseguia ter reação nenhuma, pra mim aquilo não era nada, eu não imaginava o que estava acontecendo, achei que a criança não ia nascer nunca, que era só uma "fantasia", não sabia eu que as coisas iam mudar muito pra mim, que tudo ia ser diferente e um pouco difícil, mas isso ainda estava só começando... ainda naquele momento eu estava vidrada no meu namorado, e ele só de me olhar me passava confiança, eu sabia que ele não iria embora, não ia me deixar sozinha nessa, até porque era um sonho pra ele.


  Contamos para toda a família, no começo a família do meu namorado queria que a gente casasse super ao contrario né? Minha mãe não queria que eu casasse, sabia que eu era muito nova pra casar com ele, não sabiam se ia dá certo, eu não ia conseguir cuidar de casa, marido e filho sozinha. 


Providenciando tudo fui ao médico para vê o meu bebê pela primeira vez, foi ai que minha ficha caiu, quando vi o corpinho, a boquinha, a cabeça e uma parte dos membros se formando ainda, meu coração encheu de alegria e eu me emocionei muito, não dava pra acreditar que tinha um bebê dentro de mim, era incrível, uma felicidade que eu não sei contar detalhes...


Confira a continuação no próximo post: Minha gravidez.


3 comentários:

  1. Muito lindo Gabs, eu adoro seus posts. Continua porque é muito bom saber e também relembrar a minha gestação

    ResponderExcluir
  2. Nossa Gabi parabens pela mãe que vc tem ! De muito valor a ela, pq não é todas que tem essa compreensão viu?! Achei muito bonito seu relato...

    www,beijodepapel,com

    ResponderExcluir
  3. adoreii, só não acho o outro post p continuar lendo :(
    to super interessada..
    beijos!!

    www.mariinmakeup.blogspot.com.br

    ResponderExcluir